Apenas um cara...




Você é só um cara. E quer mesmo saber? É um cara como todos os outros caras. Esse que me perguntou as horas no meio da rua – podia ter sido você é nem liguei. O mendigo, o ginecologista, o padre, padeiro, qualquer um . Você estava ali o tempo todo, e não estava. Você é só um deles. Vários, uma legião, e ninguém mais. É só um cara e não minha vida. E não todos os dias da minha história, e não todas as minhas lágrimas juntas em um único sábado solitário. Você não é o meu destino. Você é só um cara perdido como muitos outros caras que encontrei, e me perdeu. Você é só um cara simplismente e não meu oxigênio.

2 comentários:

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá Linda! Tudo isso em um único sábado solitário. E depois? No domingo será apenas um cara como todos os outros caras?

Beijos,

Furtado

KOTTA disse...

Tudo isso se resume a um só.Que o dia seguinte te traga boa companhia. Bjo